top

Resultado de busca (21):

ABR 27 2011
Comentar Busca Avancada Em PDF

Momento de austeridade: Sou dependente Ubuntu

Já ouvi alguém dizer "Você usa Windows? Então você é usuário de drogas...". E foi essa frase que me inspirou o título "Sou dependente Ubuntu". Bom, o assunto aqui que tratarei é o seguinte, já se passa mais de um ano que minha máquina só roda o Windows na VM. Neste ponto, posso dizer que sou um dependente Ubuntu, não posso mais viver sem ele, e de maneira análoga sou independente do Windows, que agora só está na VM por motivos de compatibilidade!

Quando se fala em sistemas operacionais a comparação é inevitável, se o assunto for Windows e alguém da roda utilizar o Linux, ou vice-versa, sempre vai ocorrer um comentário comparativo, fato! E comparar nunca foi problema, na verdade é bom, o que ultimamente eu não ando suportando é pessoas comentarem a respeito de algo que elas não conhecem!

Como o momento é de austeridade, eu não vou poupá-la; Hoje durante a aula ocorreu que o professor precisou fazer uma busca por um arquivo cujo atalho estava quebrado isso culminou numa discussão a respeito de qual seria o melhor OS, afinal alguém comentou que não utilizava mais o Windows XP (que não procura bem os arquivos), usava o Windows 7, e que o dito encontra os arquivos devido ao novo sistema de indexação. Eu que não pude deixar de comentar, disse que o Linux acha qualquer arquivo com um simples comando de linha, e que poderia até atualizar o arquivo de indexação manualmente se achasse necessário. E tudo isso sem triplicar o tempo que leva para arquivos serem copiados de um pen drive.

Bom, não sei como isso aconteceu, mas rapidamente o assunto se desviou para o sistema de arquivos, e o cara do Windows 7 argumentou dizendo que o sistema Windows 7 é mais econômico em consumo de energia, pois segundo ele o HD com NTFS movia menos o braço que um HD com EXT4. Eu não sei como ele chegou a essa conclusão, provavelmente por ter lido a respeito do NTFS em algum lugar, porém não tive como contra-argumentar sem ter testado ou visto em alguma fonte confiável.

Porém qualquer um que pensar bem, vai facilmente perceber que mesmo se o NTFS mover menos o braço, o Windows 7 estraga a dita economia de energia, porque o sistema gasta um tempo danado com o arquivo de indexação, e se ele está escrevendo algum dado, e mexendo o braço, ele gasta energia. Então pensando em termos gerais, o Linux é muito mais eficiente para esta tarefa!

O problema do criticar sem conhecer se dá nessas horas, por expor uma opinião obtida por conclusões falaciosas, sem conhecimento próprio. É claro que durante a discussão os mais neutros lavaram suas mãos dizendo "Não existe melhor ou pior, e sim o mais adequado pra cada tarefa". Dizendo também que o Linux é bom pra servidor, e não pra usuários. Ora, já cansei desse discurso, quando há um questionamento simples a respeito de melhor ou pior, não adianta responder politicamente que depende. Depende uma ova!

 Quando se analisa algo, tem que usar a razão, ciência, e estatística é simples, analise:

  • Qual deles é mais seguro?
    • Quantas vezes você já precisou rodar alguma ferramenta como anti-virus, combofix ou algo do gênero?
    • Você tem confiança de acessar seu e-mail conta bancária ou outros em qualquer computador com este sistema?
    • Qual deles possui mais falhas de segurança divulgadas?
  • Qual deles um usuário consegue estragar mais rápido?
    • Quantas vezes você já viu alguém apagando um arquivo que não devia comprometendo o sistema?
    • Qual deles possui melhor controle sobre os arquivos e funções críticas do sistema?
    • Quanto tempo você consegue utilizar o sistema sem precisar formatar o HD?
  • Quanto você paga pelo sistema e atualizações que está utilizando?
  • Se você precisar modificar algo peculiar para o funcionamento de algo incomum, em qual deles você é livre para fazê-lo?
  • Se você gostaria de saber como funciona um SO qual deles você pode estudar o funcionamento?
  • e por aí vai...

Hoje também escutei que o Windows é mais intuitivo, e por isso melhor para usuários. Baseado em que dizem isso? Eu digo que a facilidade de aprendizado está diretamente relacionado ao que você já conhece. Dei exemplos muito claros a respeito, como por exemplo de alguns países onde o Windows tem uso muito restrito. Ou também da dificuldade que presenciei de um professor que é fera em programação com a IDE eclipse, uma das mais populares atualmente; ele preferia editar o código fonte manualmente e compilar via linha de comando!

Pausada a discussão, o professor que manipulava a máquina reclamou das modificações do MSOffice 2007, e eu disse "O Office 2007 é mais intuitivo". O professor não concordou, mas quando eu disse "Se você deixar uma criança mexer no 2007 e no 2003 a criança se sairá melhor no 2007", ele concordou. Portanto o meu argumento fechou a questão; aquilo com o que você está mais acostumado é o mais fácil e mais intuitivo.

Em uma outra discussão, essa online, alguém me disse que o Linux não tinha bons jogos, o que já não é verdade. E mesmo eu não tendo o hábito de jogar, resolvi retrucar, pois já tinha ouvido pessoas que utilizam o Linux e jogam, dizerem que os jogos mesmo emulados através do Wine, no Linux, rodam mais rápido que no Windows. Além do mais, a oferta de bons jogos não faz um sistema ser melhor. Essa é uma outra questão, por o Windows ser mais difundido no Brasil, e ser a Microsoft também uma das empresas que mais produzem jogos no mundo, utilizando sempre tecnologias próprias e fechadas!

É natural a resistência das pessoas para com as mudanças e coisas novas. Mas devemos nos treinar a sempre sair da zona de conforto e aprender mais, para só então poder criticar com recursos. É também complicado aprender sobre uma novidade quando você depende dela como ferramenta de trabalho, e não pode abdicar de uma vez, ouço isso direto "Gostaria de saber mais sobre o Linux, porém não tenho tempo/paciência/possibilidade de aprender". Porém agora você poderá utilizar de mais um recurso inovador, testar o Ubuntu online, sem precisar baixar ou instalar na máquina.

Dê uma chance para quem está correndo atrás das suas necessidades, e se adapta ao usuário, e não o contrário; Dê preferência para quem valoriza a padronização e a liberdade, e não retrai sua tecnologia como forma de segurar o usuário; parece até que estão dando o golpe da barriga!

Por ser livre para escolher é que hoje comemoro, e digo, sou dependente Ubuntu! Experimente!

Newsletter
Assunto: Software | Comentários(0) | Postado por André EXPANDIR
NOV 18 2010
Comentar Busca Avancada Em PDF

AntiBot - Classe PHP anti-spam, como as imagens captcha

Já é bastante popular as imagens captcha, para reconhecimento de humanos, e ferramenta anti-spam. Procurei por algum método alternativo de fazer esta validação, porém não encontrei. Isso me motivou a fazer uma classe PHP, afim de obter os mesmos resultados, ou melhores, sem ter o inconveniente de gerar imagens e de quebra ter algo mais exclusivo e novo!

Captcha

Apezar de ultimamente eu ter visto alguma coisa parecida funcionando em um site, que não me lembro qual foi, esta classe é algo bem mais robusto e inovador, e não possui equivalente livre (nunca achei). É isso que eu gostaria de compartilhar e explanar adiante, veja:

AntiBot

O método consiste em gerar uma pergunta randômica, de maneira que seja fácil para um humano qualquer responder, porém muito complicado para uma máquina reconhecer e obter a resposta. O captcha tem o mesmo princípio, baseando-se na facilidade de reconhecer caracteres em uma imagem por um humano, porém trabalho custoso para a máquina.

Os métodos mais seguros do captcha deformam as imagens utilizando filtros diversos, como o desfoque, ruído, ou utilizando fontes diversas, sobrepostas também por imagens. O trunfo do algoritmo que proponho é diferente, busca na essência alguma coisa que é simples para os humanos, e difícil para uma máquina ou um algoritmo.

A classe AntiBot, pode ser encontrada no sourceforge ou no PHPclasses. Ela imprime "charadas" em HTML que estão sujas por dados semelhas à pergunta em si. Justamente para dificultar um dos pilares do reconhecimento de informação por máquina, a obtenção dos dados corretos.

Eu gostaria de explicar aqui detalhes do algoritmo e etc, mas eu prefiro jantar! Pra quem se interessar mesmo, e tiver uma noção de PHP, uma boa olhada no código já é suficiente para entender o funcionamento, porém para quem quiser algo mais alto nível deixo uns slides que preparei para o Latinoware 2010, mas que infelizmente não foram aceitos.

Newsletter
Assunto: Software | Comentários(0) | Postado por André EXPANDIR
SET 03 2010
Comentar Busca Avancada Em PDF

Configurações, digamos, avançadas para sincronizar o Linux em dual boot

Para quem usa dual boot e ainda não conseguiu sincronizar bem os arquivos entre os sistemas, e sempre passa raiva quando precisa no Windows de um arquivo na partição linux, ou coisa parecida, esta postagem é pra você!

Baseio-me basicamente no Ubuntu, mas nada impede de que os comandos aqui mostrados funcionem em outras distros. Outra coisa importante a dizer é que para todos os exemplos "/media/sda5/" é o meu ponto de montagem para arquivos, logo você deverá substituir este caminho pelo caminho da sua partição...

Outra observação é que eu possuo Windows XP em inglês, então não estranhe se meu diretório de músicas for "D:/My Music". No Windows, eu configuro a partição D: como sendo a pasta "Meus Documentos" ou "My Documents", assim se eu precisar formatar por algum motivo não preciso fazer backup de todos os meus arquivos, formato apenas o "C:". Porém se você não sabe fazer isso, pesquise, porquê esse não é o foco desta postagem!

A boa notícia é que o linux lê muito bem as partições NTFS do Windows através do ntfs-3g, que já vem instalado em grande parte das distros modernas, então eu sincronizo todos os meus arquivos na partição NTFS, deixando nesta apenas os arquivos pessoais, nada de instalações! Para ficar mais claro, observe a figura abaixo, que mostra toda a estrutura de partições do meu HD.

gparted tabela de particoes dualboot

A primeira coisa que vou explicar, é como faço para montar a partição em "/dev/sda5" em "/media/sda5" toda vez que você ligar a máquina, ou seja, no boot. Como super usuário, crie uma pasta no diretório "/media" do Ubuntu, que é onde os pen-drives e outros dispositivos são montados. Cada linha é um comando:

sudo su
mkdir /media/sda5
chown nome_do_seu_usr /media/sda5

Depois de feito isso, você deverá configurar o arquivo "/etc/fstab" para inicializar o dispositivo "/dev/sda5" no boot. Edite adicionando a linha "/dev/sda5 /media/sda5 ntfs user,auto,force 0 0" na últinha linha do fstab. Segue comando:

gksudo gedit /etc/fstab
exit

Neste ponto é bom você re-iniciar a máquina e verificar se a partição está sendo montada, e um ícone com atalho para a mesma encontra-se na Área de Trabalho. Se tudo ocorreu bem até aqui, é hora de seguir com a parte interessante, que fará todos os seus arquivos pessoais serem gravados em um só lugar, seja no Linux ou no Windows.

Para fazer a "sincronia", utilizo um recurso fantástico do linux, chamado link simbólico, se você quiser aprofundar sobre o assunto, consulte a wiki, ou o google! O fato é que através dele você pode criar uma espécie de atalho, que levará o sistema a manipular tais diretórios como se fossem o padrão da pasta do seu usuário, veja:

rmdir ~/Download/
ln -s /media/sda5/Downloads/ Download

Com o primeiro comando removo o diretório padrão "Download", ele precisa estar vazio! No segundo comando crio o link do meu ponto de montagem seguido do diretório que será ligado com exatamente o mesmo nome do diretório padrão do sistema. Agora seu navegador FireFox, Chrome e outros baixarão arquivos na mesma localidade, estando você usando Linux ou Windows. Não esqueça de estar logado com seu usuário (não como root) para executar os comandos. Faça da mesma forma:

rmdir ~/Documentos/
ln -s /media/sda5/Documentos/ Documentos
rmdir ~/Imagens/
ln -s /media/sda5/My Pictures/ Imagens
rmdir ~/Música/
ln -s /media/sda5/My Music/ Música
rmdir ~/Vídeos/
ln -s /media/sda5/My Videos/ Vídeos

Agora você já tem seus Documentos, Imagens, Músicas e Vídeos sincronizados, e estando em qualquer um dos sistemas você poderá ler e escrever sem dificuldades. É possível fazer mais, sincronizando até mesmo o diretório de desenvolvimento do apache, segue:

rmdir /var/www/
ln -s /media/sda5/UniServer/udrive/www /var/www

Fantástico não? Agora você tem a liberdade de usar como bem entender os dois sistemas... Ponto positivo pro Linux, pela compatibilidade!

Newsletter
Assunto: Software | Comentários(0) | Postado por André EXPANDIR

1 2 3 4 5 6 7 

Feed RSS Boletim de novidades via email Siga-me no twitter
Lab de Garagem Lubuntu EspĂ­rito Livre Seja Livre .org

FRASE DO DIA

spacer

A mudança é a lei da vida. E aqueles que apenas olham para o passado ou para o presente irão com certeza perder o futuro.

John Lennon


bottom