top

Principal

Blog

AGO 19 2008
Comentar Busca Avancada Em PDF

D-link 500B - resolvendo o problema de travamento e lentidão em nível físico

Depois de tentar sem sucesso resolver os travamentos e a lentidão do modem D-link 500B (isso não acontece somente com este modelo) através da atualização de firmware e liberação de memória, resolvi abrir o moden para ver se achava alguma coisa estragada nele. Bom, nesta investigação descobri apenas que minha fonte também tinha estragado!

Ok, resolvido o problema da fonte, descobri um capacitor de tecido com aspecto meio esquisito, verificando a tampinha de cima do modem na parte superior, vi uma marca que parecia algo como um óleo respingado, bastante homogeneo, que brilhava formando um circulo, mas passando o dedo não saia nada. Desconfiado que pudesse este capacitor ter estourado, busquei em casas de eletrônica um capacitor do mesmo jeitinho, chegando lá o tio da loja me disse que aquele tipo de capacitor raramente (mas muito raramente mesmo) estragava, e me disse que não estava estragado. Não totalmente satisfeito, confirmei a história com um professor de eletrônica, que por acaso encontrei na faculdade, nas férias!

placa d-link 500b
Bom, diante de tudo isso brincando com o moden percebi que um dos CIs do modem esquentava bastante, muito diferente dos demais, o chip da broadcom. Este que está cheio de pasta térmica em cima.

Então eu tive a idéia de colocar um dissipador em cima deste chip e deixar o moden aberto, para resfriar ao máximo os equipamentos, e para minha surpresa, naveguei com sucesso sem nenhuma interrupção por bastante tempo! Mas ainda não satisfeito, fechei o modem, para ver se poderia deixar daquele jeito e ter como resolvido aquele problema inconveniente. Mas os travamentos e desconexões voltaram a acontecer, tentei trocar por um dissipador maior sem sucesso...

Então eu radicalizei, fui adaptar um cooler em cima de um dissipador, afinal um modem naquela situação não me interessa, melhor fazer o que der com este ou comprar logo outro melhor... Seguem as fotos.

cooler muito pequeno de placa de video
Um cooler de placa de vídeo estragada, mede mais ou menos uma 1.5" na diagonal e 0.5 cm de espessura. Grande suficiente para fazer o ar circular e pequeno suficiente para caber num d-link fechado!

ligacao do cooler na placa do 500b
Aqui foi de onde eu tirei a energia (entrada de força), no meu caso uma fonte de 5v, roda os coolers de 12v (mais comuns), suficientemente para circular o ar, sem fazer muito barulho no quarto onde dorme alguém e fica todo o equipamento. No plug a lateral é negativa e no centro o pólo positivo (confira na sua fonte).

fixacao do cooler com cola quente
A fixação ficou por conta da boa e velha cola quente, suficiente para segurar permanentemente o conjunto cooler-dissipador, sem grudar para sempre na placa, e sem qualquer trabalho descomunal para fazer simplesmente isto ficar no lugar!

fechando 500b com cooler
Nesta foto dá pra ver como encaixou bem o conjunto, ficando justinho com a tampa superior do modem.

500b funcionando com cooler
Aqui ta a criança rodando sem problemas! Percebam que quase que não cabe o dissipador, coloquei o maior que tinha no estoque de sucata.

moden e roteador pendurados na parede
E assim estou já a 1 semana, ligado 24hrs por dia, sem cair sequer uma vez!

Espero com este post dar uma esperança a mais pra quem possui um modem deste tipo, se o seu modem só te passa raiva, pra que ficar ficar com dozinha dele!? Antes ele do que minha conexão!

Newsletter
Assunto: Hardware | Comentários(11) | Postado por André EXPANDIR
AGO 07 2008
Comentar Busca Avancada Em PDF

Transforme seu lixo eletrônico em peças úteis! Porta USB

Muitas vezes nós nem ligamos para o lixo eletrônico que produzimos, afinal é tudo tão barato e descartável que na maioria das vezes nem compensa reciclar... Mas esta onda da bio-consciência pode nos abrir os olhos para o quanto aproveitar o lixo pode ser interessante, economicamente viável e muitas vezes até divertido (pelo menos pra mim é).

Bom, aqui nesta postagem vou mostrar como eu resolvi um problemão que tive na loja do meu pai, com um computador antigo. O problema foi o seguinte, a porta P1 (aquele de teclado antigo) da placa mãe de uma determinada máquina havia se descolado, e a re-soldagem não adiantou! Qual a solução então? Comprar um teclado USB e usar... O problema é que computadores mais antigos não têm muitas portas USB...

Bom o dilema foi solucionado comprando uma placa PCI com saídas USB. Ótimo, depois de muito trabalho para instalar os drivers da plaquinha, sem teclado no windows 98, esbarramos em um problema interessante... A placa PCI de saídas USB só passa a ser controlada a partir da inicialização do windows e carregamento dos drivers da mesma! Sujou! O teclado só funciona no windows, não tem como modificar os dados da BIOS quando ligamos a máquina! E agora pra bootar pelo CD? Precisaríamos de uma porta USB da própria placa mãe, que é diretamente controlada pela BIOS, só assim conseguiríamos modificar estas configurações com o teclado USB.

Olhando mais clinicamente para a placa mãe percebi que tinha saídas frontais USB! Ah que maravilha! Então foi só fazer uma saida USB e mandar bala! Seguem as fotos.

porta usb de sucata de placa-mae
Visão geral da brincadeira, trata-se de um conector e portas USB construídas apenas com um pedaço de cabo flat (aqueles de HD ou disquete) e um pedaço de placa mãe arrancada na marra! O conector do cabo flat serrei com uma segueta e aproveitei para fazer o conector com a placa mãe, o tamanho é exatamente igual, deixei 8 buraquinhos encaixáveis (4 em cima e 4 embaixo) e com um pouco de cola quente fixei o que precisava para não escapar a trava superior do conector com os fios do cabo flat.

 

visao frontal da usb de sucata
Para fazer  a fixação dos conectores usei este pedaço de uma placa de rede estragada. Este pedaço serve quase que perfeitamente para dois conectores, se eu tivesse uma serrinha ficarinha perfeitinho, mas neste caso tive que quebrar o aro inferior para deixar ambos conectores usáveis.


ligacao da cinta usb na placa
Aqui fica claro como foi que eu fiz a conexão, não extrai o conector USB da placa, pelo contrário, usei-o como base de apoio e fixação no metalzinho da placa de rede. Depois soldei cuidadosamente o cabo flat nas rebarbas quem sobram neste lado da placa. Para garantir que o cabo não se solte e também o isolamento das conexões cobri esta parte com cola quente!

É importante observar que no cabo flat os fios adjascentes correspondem a um fio superior e o outro inferior, use um multímetro para entender melhor qual fio corresponde a qual burraquinho (conexao com a placa mãe)

Depois que tiver tudo pronto use também o multímetro para conferir se os fios foram soldados corretamente, se não têm resistência significante ou se não há curto com um ou mais fios...

Para você que vai fazer as suas brincadeiras aqui vai a configuração (arquitetura) USB, ela é bastante simples, um polo positivo um terra e duas linhas para dados.

esquema de ligacao usb na placa mae pinagem

E aqui a visão frontal de como estas linhas estão arranjadas

pinagem usb dados e energia

Para mais detalhes você pode consultar o Google, ou o site da tecnologia USB, e para o caso de você não saber onde se encontram as conexões de sua placa mãe ou tiver dúvidas sobre a pinagem das conexôes, consulte o manual da mesma.

O problema demonstrado poderia ser solucionado facilmente comprando um conector frontal USB pronto! Mas aí perderia toda a diversão da coisa, e além do mais teríamos um gasto a mais e deixaríamos de reciclar o lixo eletrônico.

Newsletter
Assunto: Hardware | Comentários(0) | Postado por André EXPANDIR
AGO 05 2008
Comentar Busca Avancada Em PDF

Auto-limpante, simplesmente tire o lixo de prache do seu PC

Tem muita gente que é um tanto enjoada com o aceio do computador e organização dos arquivos - como eu! Para pessoas como nós, muitas vezes é chato limpar o histórico do Internet Explorer ou outro navegador, esvaziar a lixeira e dar aquela garibada geral! E é pra isso que serve este pequeno software, que funciona basicamente executando linhas de comando (não sei se posso chamar isso de Shell do windows)

Bom, eu na verdade fiz este auto-executável para limpar automaticamente de maneira mais fácil e rápida o cache do IE quando trabalhava na confecção de sites, o fato de ter que entrar num monte de menus simplesmente para fazer esta limpeza me deixava entediado! A partir daí percebi que poderia fazer mais comandos para limpar outras coisas que geralmente fazemos periodicamente, ou pelo menos deveríamos fazer...

Primeiramente clique aqui para baixar o aplicativo. Para executar este basta colocar este em qualquer pasta da unidade de onde se encontra o sistema (geralmente c:) ISTO É MUITO IMPORTANTE, vai dar problema (podendo perder arquivos) se não fizer assim, afinal em qualquer outra partição os atalhos para paths dos comandos não existem! Para executar o programa simplesmente clique duplamente sobre o arquivo, deverá abrir uma janela pretinha, onde serão escritos algumas coisas... Não se preocupe, quando terminar ela vai fechar sozinha!

Vamos ao que interessa! O programa é somente um arquivo .bat que contém comandos idênticos aos que você hora ou outra digita no Prompt de Comando do windows. Este arquivo pode ser editado com o bloco de notas por exemplo, e para criar um do zero basta criar um arquivo texto e modificar sua extensão de .txt para .bat. Abaixo explico cada comando e o que ele faz:

cd %homepath%\Recent
del *.lnk

Esta primeira pilha de comandos entra no diretório de arquivos recentes, aquele que guarda os links dos últimos arquivos que você abriu, e deleta todos os arquivos com extensão .lnk.

Estes arquivos formam dinamicamente no menu Iniciar -> Documentos uma lista de últimos acessos
Quando este diretório está limpo, no menu aparecerão apenas o atalho para Meus Documentos e Minhas Imagens seguidos de um espaço Vazio.

cd %homepath%\Cookies
del *.txt

Estes comandos excluem os arquivos .txt (neste caso os cookies) do diretório de cookies do windows.

cd %temp%
del *.* /q
rd /s /q %temp%

Este bloco exclui os arquivos temporários, que ficam no diretório temp do windows. E depois tenta excluir este diretório e suas subpastas, como se espera que não seja possível excluir o diretório de temporários do windows, o último comando vai apenas excluir recursivamente os seus sub-diretórios.

cd %systemroot%\prefetch
del *.* /q

Estes comandos excluem os arquivos do diretório prefetch do windows, que também guardam arquivos temporários

cd %homepath%\config~1\tempor~1
attrib -S -R -H +A /D /S *.*
del *.* /S /Q
rd /s /q content.ie5

Este comando faz algumas modificações nos arquivos de cache do internet explorer e deleta-os todos, o último comando tenta remover o diretório content.ie5 que contém também arquivos de cache. Se você usa o navegador Mozilla Fire Fox, pode adicionar também o comando para excluir o cache do mesmo, neste caso eu não fiz porquê não tenho necessidade de excluir o cache do meu toda hora!

O comando seria algo como:
cd %homepath%\config~1\Dados de aplicativos\Mozilla\Firefox\Profiles\vlo5rqj7.default\Cache
del *.* /S /Q

Neste caso acho inviável disponibilizar a solução para este caso, afinal estes diretórios podem modificar de acordo com a língua do sistema operacional, e também pode variar algum sub-diretório da árvore do programa... Então deixarei pra você fazer se precisar, ok!?

Se você não entendeu bem os comandos aqui explanados, não fique desesperado, você deve encontrar alguma coisa explicando certinho na internet, então qualquer coisa pergunte pro Google! Mas adiantando alguma coisa, os trechos delimitador por % são paths do windows, (não terei tempo para explicar o que é isso), se ainda tiver alguma dúvida sobre a sintaxe de algum comando você pode ativar o menu de ajuda do mesmo, digitando: nome_comando /?

Para fazer este script rodar automaticamente (útil por exemplo num computador de um leigo ou um cliente) você poderá adicionar uma regra de execussão automática quando o windows for iniciado. Para isso você deverá modificar o registro do windows, vejamos:

  1. Iniciar -> Executar
  2. Na janela digite "regedit" (sem aspas, claro!) tecle ok
  3. No editor do registro procure a chave HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\Windows\Current Version\Run
  4. Nesta chave com o botão do mouse direito acione o menu Novo -> Valor da Sequência
  5. Dê um nome qualquer para a sequência criada e no seu valor adicione o caminho onde o arquivo do programa se encontra por exemplo: "C:\auto-limpante.bat" (COM AS ASPAS MESMO - não esqueça!)

Pronto, agora toda vez que o windows iniciar o programa vai rodar e fazer uma limpeza do jeitinho que você configurou!
Espero ter ajudo alguém aqui, afinal digitei demais da conta! Espero que não tenha sido em vão até o próximo post!

Newsletter
Assunto: Software | Comentários(0) | Postado por André EXPANDIR

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 

Feed RSS Boletim de novidades via email Siga-me no twitter
Lab de Garagem Lubuntu Espírito Livre Seja Livre .org

FRASE DO DIA

spacer

O que ama é, de certa maneira, mais divino que o objeto amado, pois possui em si divindade; é possuído por um deus.

Platão


bottom